Postagens

Mostrando postagens de 2013
Imagem
Lançamento da Moeda Social Eletrônica MUMBUCA 30 de Dezembro de 2013 ás 11h - Maricá - RJ Banco Mumbuca MOEDA SOCIAL MUMBUCA Considerações iniciais A Moeda Social Local Circulante Mumbuca, funcionará no município de Maricá-RJ. É uma das maiores inovações no Campo das Finanças Solidárias e um dos mais criativos programas municipais de distribuição de renda nos últimos 10 anos no Brasil. A Moeda Social Mumbuca aglutina alguns elementos fundamentais para o sucesso de um programa de desenvolvimento local: i) Controle social: será administrada pelo Banco Comunitário Popular de Maricá. ii)Boa governança de gestão: todo o processo se dará de forma eletrônica através de um cartão de débito/crédito, assegurando controle, informatização dos dados e transparência. iii)Robustez (escala/alcance): a Prefeitura de Maricá irá lastrear a Moeda Social Mumbuca através de 13.000 bolsas distribuídas para famílias de baixa renda (chegando a 20.000 bolsas em dois anos), totalmente pagas em Moeda Social Mumbuca.

FBES renova sua Coordenação Executiva e representantes para o Conselho Nacional ES

Nova Coordenação Executiva do FBES inicia seus trabalhos

Celebração do dia da Economia Solidária: Página no Cirandas para todos os empreendimentos mapeados!

Retrospectiva 2013: parabéns pelo dia nacional da economia solidária!

Parceria entre FBES e Fora do Eixo lança Cartilha da Economia Solidária

Imagem
Comércio Solidário O Comércio Solidário ou “Comércio Justo” é a tradução para o Português da expressão Fair Trade, que significa uma parceria entre produtores e consumidores, buscando ultrapassar as dificuldades de comercialização, para garantir o seu acesso ao mercado e promover o processo de desenvolvimento sustentável. O comércio solidário procura criar os meios e oportunidades para melhorar as condições de vida e trabalho dos produtores, especialmente os pequenos produtores desfavorecidos; nele está previsto uma relação mais justa entre consumidores e produtores o que garantiria um pagamento justo pelos seus produtos ou serviços prestados. Nesse modelo de comercialização, a proposta da ligação do consumidor com o produtor não é apenas mercadológica, envolvendo conscientização dos meios de produção, transparência na composição do preço e sustentabilidade do pequeno produtor. Como os consumidores passaram a considerar os valores humanos, a contribuição das empresas ao bem-estar social e…
Economia Solidária contra a ilusão do mercado

A economia solidária, ou melhor, as práticas econômicas baseadas no trabalho associado e na gestão coletiva, está se fortalecendo no Brasil. Segundo recente mapeamento nacional, são mais de 15 mil empreendimentos, compreendendo aproximadamente 1 milhão e 300 mil trabalhadores(as) associados(as), dos quais 70% foram constituídos a partir da década de 1990. São grupos de produção e consumo, cooperativas e associações nos mais diferentes ramos de atividade. Se é verdade que, na maioria dos casos, a constituição do empreendimento é uma resposta à crise do assalariamento, não é igualmente evidente que a solidariedade dependa de crises para se manter viva. Para defensores do livre mercado, é ilusão ou mesmo ingenuidade pensar na produção ou continuidade de laços sociais em meio a um ambiente marcadamente competitivo e individualista. Mas quem são os paladinos do mercado para falar de ilusões? O atual processo de acumulação se alimenta da economia s…

Os 8 pilares do Trabalho Associado

DECRETO Nº 44.465 DE 05 DE NOVEMBRO DE 2013
CONVOCA A III CONFERÊNCIA ESTADUALDE ECONOMIA SOLIDÁRIA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS .
O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO , no uso de suas atribuições constitucionais e legais, tendo em vista o que consta do Processo nº E-12/001/2658/2013,
CONSIDERANDO: a importância da economia solidária para a geração de emprego e renda e o desenvolvimento econômico e social; e a necessidade de convocar a III Conferência Estadual de Economia Solidária, com objetivo de elaborar um plano estadual de economia solidária e oferecer subsídios para o plano nacional de economia solidária que será debatido na III Conferência Nacional de Economia Solidária, que realizar-se-á em Brasília - Distrito Federal, no período de 26 a 29 de novembro de 2014. DECRETA: Art. 1º - Fica convocada a III Conferência Estadual de Economia Solidária, que terá como tema: “Construindo um Plano Estadual da Economia Solidária para promover o direito de produzir e viver de forma associativa e su…

Cada Lugar Uma Dica: Rio de Janeiro-RJ

Cada Lugar Uma Dica: Rio de Janeiro-RJ: Na Semana Santa de 2013, fomos ao  Rio de Janeiro, cidade maravilhosa, eleito o melhor destino turístico  deste ano  pelo  tripadvisor .  Su...
Economia  solidária  é  alternativa  de   renda para famílias do sul e sc
A associação das Mulheres do Mirasol mudou a vida de centenas de famílias doBalneário Rincão, no Sul de Santa Catarina. Com retalhos de tecido, as mulheres produzem a estopa, uma espécie de pano de limpeza usado principalmente por oficinas mecânicas e postos de combustíveis. O trabalho na associação garante emprego e renda para 42 famílias do bairro. A associação das Mulheres do Mirasol mudou a vida de centenas de famílias do Balneário Rincão, no Sul de Santa Catarina. Com retalhos de tecido, as mulheres produzem a estopa, uma espécie de pano de limpeza usado principalmente por oficinas mecânicas e postos de combustíveis. O trabalho na associação garante emprego e renda para 42 famílias do bairro. As costureiras ficam com 30% do lucro e o restante vai para quem compra o tecido e monta as estopas. Catarina Correa, de 49 anos, começou trabalhando com reciclagem, mas, atualmente, a renda da família vem do trabalho d…
Imagem
Túnel mais fundo do mundo planejado  há 150 anos é inaugurado na Turquia
Andréia Lago, da Agência Estado VEJA TAMBÉM Oriente e Ocidente num só lugarTurquia em cena ISTAMBUL - A Turquia nesta terça-feira, 29, um túnel que era um sonho de muitos governantes do país desde que um sultão otomano propôs uma passagem sob a água em 1860, ligando o território europeu ao asiático em Istambul como parte de uma aposta para transformar a cidade num centro
Internacional.

Com 62 metros abaixo da superfície e investimento de 5,5 bilhões de liras (US$ 2,77 bilhões), o projeto Marmary que atravessa o Estreito do Bósforo é o túnel ferroviário submerso mais profundo do mundo, permitindo a travessia de trens de carga e de passageiros, além do metrô.

A ferrovia, que foi atrasada em quatro anos à medida que as escavações encontraram artefatos de oito mil anos, vai transportar até 1,5 milhão de passageiros por dia entre a Europa e a Ásia numa viagem de apenas quatro minutos, reduzindo o congestionamento crônico…
Mendigo deveria virar ração para peixe’, diz vereador de Piraí ao defender projeto que proíbe voto a moradores de rua



“Mendigo deveria até virar ração para peixe”. A declaração, dada na Câmara Municipal de Piraí, no Sul Fluminense, pelo vereador José Paulo Carvalho de Oliveira, o Russo (PT do B), na sessão ordinária de 8 de outubro deste ano, virou o assunto da cidade desde a última sexta-feira, quando um vídeo com o discurso foi postado no Youtube. O vereador opinava sobre o voto a moradores de rua. - Mendigo não tem que votar. Mendigo não faz nada. Ele não tem que tomar atitude nenhuma. Aliás, acho que deveria até virar ração para peixe. Eu não dou nada para mendigo. Não adianta me pedir que eu não dou. Se quiser, vai trabalhar - discursou. Wilden Vieira da Silva, o Prico (PSD), presidente da Câmara estava na sessão e ouviu o discurso. Ele confirmou as declarações e disse que pretende se reunir com todos os moradores até esta terça para decidir que medidas tomará em relação a Russo.…

Conheça a experiência espanhola com moedas sociais

Imagem
733 comentários O consórcio formado pelas empresas Petrobras, Shell, Total, CNPC e CNOOC arrematou nesta segunda-feira (21) o campo de Libra e foi o vencedor do primeiro leilão do pré-sal sob o regime de partilha – em que parte do petróleo extraído fica com a União. Único a apresentar proposta, contrariando previsões do governo, o consórcio ofereceu repassar à União 41,65% do excedente em óleo extraído do campo – percentual mínimo fixado pelo governo no edital. Nesse leilão, vencia quem oferecesse ao governo a maior fatia de óleo – o regime se chama partilha porque as empresas repartem a produção com a União. O consórcio vencedor também terá que pagar à União um bônus de assinatura do contrato de concessão no valor de R$ 15 bilhões. Segundo a Agência Nacional do Petróleo(