Postagens

Mostrando postagens de 2012
Imagem
AsPaneleiras de Goiabeiras, assim chamadas por ser a maioria das artesães mulheres, residem no bairro de Goiabeiras, em Vitória, capital do Estado do Espírito Santo.       Com competência confeccionam, em barro, panelas, potes, travessas, bules, caldeirões, frigideiras etc, de diversas formas e tamanhos. O processo de fabricação é praticamente o mesmo que os índios usavam quando aqui aportaram os portugueses na época  do descobrimento.

      O ensinamento, transmitido de pais para filhos, permite que a identidade cultural desta atividade seja mantida com muito poucas alterações, há várias gerações. São avós, mães, filhas e netas exercendo o mesmo ofício.       Anteriormente, as Paneleirastrabalhavam individualmente em suas próprias casas. Atualmente, mais organizadas, estão agrupadas naAssociação das Paneleiras de Goiabeiras, uma espécie de cooperativa.
Trata-se de um galpão onde cada uma, independentemente, produz e comercializa suas próprias peças. Sob o aspecto econômico, a renda…
Imagem
Movimento de Economia Solidária comemora o Dia Nacional com encerramento da V Plenária Nacional

16 de dezembro de 2012 Por Secretaria Executiva do FBES O Movimento Nacional da Economia Solidária encerrou nesta quinta-feira (13) a V Plenária Nacional de Economia Solidária, em Luziânia-GO, comemorando também o dia nacional da Economia Solidária (15), com a leitura da carta final da plenária no ato político de encerramento.
O momento contou com a presença de mais de 14 movimentos sociais nacionais, Deputada Erica Kokay representante da Frente Parlamentar de Economia Solidária, Professor Paul Singer pela Secretaria Nacional de Economia Solidária e Ministro Gilberto Carvalho pela Secretaria Geral da Presidência da República. A leitura da carta final da V Plenária foi realizada por Márcia Lima, representante do Fórum Brasileiro de Economia Solidária. Todos os que participaram deste processo saíram com sua militância e projeto político fortalecido, definindo com consistência e profundidade …
Imagem
Trem turístico prometido para antes do carnaval TURISMO A perspectiva é que a viagem inaugural seja em fevereiro de 2013, às vésperas do Carnaval, e a operação em definitivo no mês de junho

Composição do modelo litorina que atenderá Mangaratiba – FOTOS DIVULGAÇÃO PMM
O projeto “Trem dos Mares da Costa Verde”, da Prefeitura de Mangaratiba, continua a todo vapor. Neste fim de semana o secretário de Assuntos Estratégicos Francisco Ramalho esteve na cidade de Santos Dumont, Minas Gerais, para uma reunião com representantes da associação Movimento Nacional Amigos do Trem. O objetivo do encontro foi fechar a parceria entre a prefeitura e o órgão e conhecer o veículo que será responsável pelo passeio.
Francisco comemorou o resultado da reunião e disse que o projeto está em ritmo acelerado. “Esse encontro foi muito positivo, pois fechamos a parceria. Eles vão nos ceder a composição do modelo litorina, de cabine única com capacidade para 80 pessoas, que vai percorrer o trajeto de 18 Km. Em cont…
Imagem
Aberta a V Plenária: Por uma nova economia
10 de dezembro de 2012 Fonte: Fernanda Pessoa Com muita alegria e ao som de ciranda, o Fórum Brasileiro de Economia Solidária-FBES deu início à V Plenária Nacional de Economia Solidária. Empreendedores solidários de todas as partes do Brasil estarão reunidos em LuziâniaGO, de hoje (09) a 13 de dezembro, com o objetivo de debater um novo sistema econômico, pautado na justiça social, no respeito à diversidade cultural e em prol do desenvolvimento sustentável. Um coro de vozes emocionadas deu ritmo à abertura do evento, que reunirá aproximadamente 1000 trabalhadores e trabalhadoras, entre representantes estaduais, escolhidos nas etapas locais e estaduais, além de convidados definidos pela Comissão Organizadora Nacional e entidades apoiadoras. Todos juntos. Quilombolas, indígenas, homens, mulheres e crianças, cantando a diversidade de culturas e vivências, para discutir e propor uma nova economia, pautada no fortalecimento do trabalho associati…
Imagem
Moeda própria e desenvolvimento para moradores do Preventório Moradores da comunidade de Niterói usam o Prevê e têm conseguido empréstimos e descontos em compras. 80% do comércio local já adotou o uso da moeda social

Em menos de um ano de vida, o Banco Comunitário do Preventório, em Jurujuba, já conseguiu alçar números de sucesso, tornando-se referência entre os bancos comunitários do país. Fruto de uma parceria entre moradores, Pró-reitoria de Extensão da Universidade Federal Fluminense (Proex UFF) e Ampla, o Banco do Preventório, que é o segundo no Estado do Rio de Janeiro, possui uma consultoria e acompanhamento do Banco Comunitário Palmas, do Ceará. Desde a criação, em setembro do ano passado, 80% dos comércios (o que corresponde a cerca de 70 estabelecimentos) já se cadastraram ao banco e aderiram à moeda social, o “Prevê”. Desde então, 400 contratos de moedas sociais já foram realizados, movimentando mais de 30 mil prevês na comunidade.
Os descontos, concedidos pelos comerciantes …
29/11/2012     21h33
Aumento da expectativa de vida muda cálculos da aposentadoriaFórmula matemática para calcular o valor a receber da Previdência leva em conta a expectativa de vida para cada faixa etária. Quanto maior, menor será o benefício a ser recebido no futuro. A expectativa de vida da população brasileira mudou e provocou alterações no cálculo das aposentadorias.
A notícia é boa. O brasileiro está vivendo mais. Segundo o IBGE, uma pessoa que nasceu em 2010 tinha a expectativa de viver 73 anos, 9 meses e 3 dias. Em 2011, a expectativa subiu para 74 anos e 29 dias, quase quatro meses a mais.

Quando a expectativa de vida dos cidadãos aumenta, a população do país fica mais velha e isso tem um custo para a Previdência. Mais contribuintes vão receber aposentadoria por mais tempo. Para tentar evitar o desequilíbrio nas contas do INSS e a falta de dinheiro para pagar os benefícios, foi criado em 1999 o fator previdenciário.

O advogado Theodoro Agostinho explica que o objetivo era qu…
28/11/2012 09h27 - Atualizado em 28/11/2012 10h51
Procon-SP lista 200 sites que devem ser evitados para compras na internetÓrgão recebeu reclamações por irregularidades no comércio eletrônico.
Principais delas foram falta de entrega do produto e ausência de resposta. A Fundação Procon-SP divulgou nesta quarta-feira (28) uma lista com mais de 200 sites que devem ser evitados pelo consumidor em compras pela internet. As páginas não são recomendadas porque o órgão recebeu reclamações por irregularidades na prática de comércio eletrônico.
A lista está disponível no site da Fundação Procon (clique aqui para acessar), com endereço eletrônico em ordem alfabética, razão social da empresa e número do CNPJ ou CPF. Os sites ainda foram classificados pelo órgão de defesa do consumidor com as condições "fora do ar" ou "no ar". Dicas antes de comprar na internet Pesquise Evite comprar por impulso. Verifique a garantia, o modelo, o preço e a forma de pagamento Segurança da loja Procur…
Imagem
Políticas de Economia Solidária e Segurança Alimentar são consolidadas no município Prefeito Carlito Merss assinou nesta segunda (12/11) as leis que criam as políticas
As Políticas Públicas de Economia Solidária e de Segurança Alimentar foram consolidadas no município com a aprovação de duas leis, na manhã desta segunda-feira (12/11). O prefeito Carlito Merss assinou os documentos em uma cerimônia na Prefeitura de Joinville, que contou com a presença de representantes do poder público, da sociedade civil e pessoas que participaram da elaboração dos respectivos documentos.

A Lei nº 7.305 dispõe sobre a Política Municipal de Fomento à Economia Solidária. A consolidação desta Política no município irá contribuir para o desenvolvimento de mais empreendimentos solidários, que têm por base princípios como a autogestão, a cooperação e solidariedade. Nos empreendimentos que adotam esta prática, são desenvolvidas gestões democráticas, nas quais o lucro arrecadado com a venda de produtos ou ser…
Consciência Negra? Apenas uma comunidade quilombola foi reconhecida em 2012 São Paulo, 14 de novembro de 2012.
 A maioria dos descentes de negros explorados como escravos no Brasil segue sem direito de acesso à terra garantido. Este ano, apenas uma comunidade quilombola, a do Quilombo Chácara de Buriti, de Campo Grande (MS), conseguiu título de posse definitiva por parte do Governo Federal. Mesmo assim, foram reconhecidos somente 12 hectares dos 44 hectares identificados no Relatório de Identificação de Territórios Quilombolas (RTID) e reinvidicados pelos moradores. Até hoje, 193 terras quilombolas receberam títulos. Estima-se que existam 3.000 comunidades no Brasil e há mais de mil processos abertos aguardando conclusão no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). As informações fazem parte de levantamento feito pela Comissão Pró-Índio de São Paulo (CPI-SP) divulgado nesta semana.
 Além do Quilombo Chácara do Buriti, mais duas comunidades tiveram acesso à terra gar…
Imagem
Integrantes do Fórum Local de Economia Solidária de Campos se reuniram ontem (quarta-feira, 7) na Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF) para discutir questões relativas ao mapeamento dos grupos de Economia Solidária da região Norte Fluminense, que começou em 2009 e que vai terminar no dia 20 de dezembro de 2012.

Na oportunidade, esteve presente em Campos a coordenadora do mapeamento de Ecosol do Rio de Janeiro, Bianca Lessa. Ela explicou que o mapeamento vai registrar empreendimentos coletivos e está sendo feito por meio dos fóruns. "O mapeamento segue os termos que foram tirados na IV Plenária, da Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes), do Ministério do Trabalho e Emprego", afirma Lessa.

- Em Campos, existem 31 grupos registrados no Fórum Local de Economia Solidária. A Incubadora assessora o Fórum, com apoio na parte técnica, administrativa, com contato com os grupos que fazem parte da Rede de Economia Solidária do Norte-Fluminense - infor…
Imagem
Edição do dia 12/11/2012
Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpõesSão cinco décadas de abandono. Nos anos 60, 37 mil quilômetros de ferrovias faziam uma parte do que hoje se faz de ônibus, carro ou avião. Rodrigo Alvarez, Wilson Araújo e Marcelo di Gênova São Paulo, SP http://glo.bo/Zu8NZM
Cinco décadas de abandono nas ferrovias e as viagens de trem no Brasil praticamente acabaram. O que era um projeto de integração nacional virou sucata. É o que você vai ver em uma série especial que o Bom Dia Brasil exibe. Faz quase 30 anos que o último passageiro foi embora, mas, por incrível que pareça, a porta continua aberta. E ainda tem barulho de trem. Sonho? Delírio? Nada disso. O trem se aproxima e a gente acaba descobrindo que a velha estação serve como pátio de manobra para locomotivas de carga. O que sobrou da belíssima Estação Vitória? Não tem mais nada dos vagões que faziam viagens românticas e luxuosas até o Rio de Janeiro. Dá para imaginar uma sala de espera, …
Imagem
Brasil Rural Contemporaneo 2012
Dias: de 21 a 25 de novembro.  
Local: Marina da Glória – Rua Infante Dom Henrique s/n (RJ).
VIII Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma – Brasil Rural Contemporâneo 2012 O Brasil Rural Contemporâneo é o campo chegando à cidade, trazendo a diversidade, a tradição e a riqueza de um povo que produz a maioria dos alimentos que chegam à mesa do brasileiro. É a agricultura familiar diversificada, organizada e sustentável mostrando sua força, mantendo vivas as tradições ao mesmo tempo em que inova, se moderniza e cresce.

O olhar do visitante dança pela variedade de cores e texturas do artesanato destes talentos do Brasil. O paladar se perde entre os sabores do Cerrado, da Amazônia, da Caatinga, dos vinhos, cachaças, queijos produzidos pelas mãos das mulheres e homens do campo. Os ouvidos se encantam com os sons carregados de identidade que representam cada canto do País.

Mais que um espaço para experimentar ou comprar, o Brasil Rural Contemporâne…